quarta-feira, 16 de novembro de 2016



…, barcos que passam na noite e se nem saúdam nem conhecem.

Fernando Pessoa [Bernardo Soares]

Sem comentários:

Enviar um comentário