terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Nausica


(Versão de Traz os Montes)

Manhanita de São João,
Pela manhã de alvorada,
Jesus Christo  se passeia;
Ao redor da fonte clara,
Por sua boca dizia,
Por sua boca  falava:

-- Esta agua fica benta,
e a fonte fica sagrada.

Ouviu-o a filha de el rei
D'altas torres d'onde estava;

Vestiu suas meias de seda,
Calçou sapatos de prata,
Pegou num cantaro de ouro
Á fonte foi buscar agua.
Lá no meio do caminho
Com a Virgem se encontrava;
Atreveu-se e Perguntor-lhe
Se havia de ser casada?

Casadinha haveis de ser,
muito bem afortunada;
Tres filhos haveis de ter,
Todos  de  capa e espada;
Um será bispo de Roma
E outro cardeal em Braga
O mais novo d'elles todos
Servo da Virgem sagrada

Ditosa a donzelinha
Que foi á fonte que foi buscar água.


Teófilo Braga, Romanceiro Geral Português, 2ª edição

Sem comentários:

Enviar um comentário